quarta-feira, 22 de agosto de 2007

É que não nos largam...

Os azares perseguem as nossas viagens desde 2001. Felizmente não nos têem apanhado e quando nos apanham resume-se a condições atmosféricas não adequadas a passeios.
Regressámos de Barcelona para Lisboa na véspera dos atentados ao WTC em NY. Se tivéssemos regressado no dia seguinte, tínhamos ficado retidos em Barajas, porque na hora que estávamos a fazer a escala em Madrid, os aeroportos europeus encerraram.
Quando fomos a Londres, eu e o primo apanhámos uma frente fria que andava passeando pela Europa na altura. O frio era mais que muito especialmente para o primo que mora nos trópicos. O que nos valeu foi eu ter levado parte do meu equipamento do ski: o blusão, o gorro (que tive que emprestar ao primo) o tapa orelhas e as peúgas. O frio que eu tinha resumia-se às coxas porque os peúgos não chegavam lá e o blusão tb não.
Em Menorca apanhamos uma frente tropical que nos brindou com mau tempo, chuva e tormentas e com um lindo espectáculo de trovoadas à noite. No dia a seguir a termos chegado ainda caiu o telhado do novo terminal do aeroporto. Só se feriram uns trabalhadores sem gravidade porque o terminal estava fechado por ainda estar a ser construído.
Na última viagem, aos Açores fomos perseguidos pelo mau tempo. As ilhas estavam todas com bom tempo e não chovia há semanas até nos aterrarmos. A partir daí era chuva e vento a monte.
Acham que é parvoíce nossa? Não é!!! Porque é que acham que o furacão Dean anda pelas Caraíbas a fazer estragos e a obrigar à evacuação de turistas? Só porque tínhamos pensado em ir ao México ou a outro país das Caraíbas por esta altura.

2 comentários:

dukas disse...

Vês prima.. enganamos o gajo. hihihihihihihi... desta vez ganhamos nós... Dean estupido!

Nanda disse...

vamos passar a fazer assim,.....apontamos para uma data e depois vamos noutra.